“Ilha do Pontal terá visitas guiadas a estudantes”

Área na Lagoa de Piratininga está sendo revitalizada para excursões

Por Leonardo Sodré

Localizada na Lagoa de Piratininga, perto do Cafubá, a Ilha do Pontal, ainda pouco conhecida dos niteroienses, é visitada regularmente apenas por pescadores artesanais e jaçanãs, aves que são maioria no local, onde fazem seus ninhos. Novos frequentadores, porém, terão acesso à ilha em poucos dias: turmas de estudantes com até 25 alunos passarão a fazer excursões guiadas duas vezes por semana ali. Para permitir as visitas, uma ponte que dá acesso à ilha está sendo reformada, e trilhas serão reabertas e sinalizadas.

O projeto, uma parceria da Secretaria municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade com a de Educação, tem por objetivo ensinar às crianças a observarem a natureza e preservarem as espécies. As visitas à Ilha do Pontal serão iniciadas em setembro para crianças de 6 a 12 anos das escolas da rede municipal. Posteriormente, estudantes de colégios particulares também poderão fazer o passeio. A Secretaria de Educação deverá escolher as primeiras escolas da rede pública que participarão das excursões iniciais, agendando as visitas diretamente com a direção das escolas.

A estrutura que está sendo instalada na ilha inclui placas de sinalização com mensagens educativas que orientarão o percurso dos visitantes por ambientes variados, como rochas, mangue, brejo, laguna e floresta. Nas placas estará a imagem da ave símbolo da ilha, o jaçanã.

De acordo com a bióloga Vanessa Onofre, da Secretaria municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, o jaçanã tem características muito próprias: as fêmeas montam seus ninhos na vegetação rasteira, às vezes submersos, e quem toma conta dos ovos são os machos. Com cerca de 20 centímetros de comprimento, a ave é pequena, mas chama a atenção pela exuberância, com plumagem negra, um manto castanho e o bico amarelo.
— Além de ser um local com forte presença dessas aves, a ilha tem ecossistemas variados e diversos tipos de fauna, o que possibilitará apresentar às crianças a composição e as características de habitats diferentes num passeio de uma hora — explica Vanessa.

Habitada por povos antigos

A Ilha do Pontal é composta por quatro mirantes e tem grande quantidade de conchas de moluscos, indicando que povos antigos habitaram a região. A ilha foi considerada reserva biológica e arqueológica municipal em 2002, para assegurar a preservação e o resgate dos vestígios de sambaqui encontrados na área, representativos das comunidades indígenas que viviam na Região Oceânica há séculos atrás.

Localizada próxima ao Cafubá, a Ilha possui vários ecossistemas (Foto: Prefeitura de Niterói)

(Fonte: O Globo Niterói, 5/8/2017)

Este texto foi apresentado na reunião do Rotary Niterói Icaraí, em 20/9/2017.


 

 

Anúncios
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close