“Niterói será referência no Audiovisual Brasileiro”

Foi lançado o Projeto  “Niterói: Cidade do Audiovisual”, uma parceria da Prefeitura de Niterói, com a Ancine (Agência Nacional de Cinema) e Ministério da Cultura. Ao todo, foram divulgados um total de 13,8 milhões de reais de investimento para esta primeira etapa. O objetivo principal é desenvolver o setor através do incentivo à produção e distribuição de conteúdos audiovisuais, difusão e acesso.

“O audiovisual já é uma vocação da cidade de Niterói, co a Faculdade de Cinema da UFF além do cenário natural privilegiado, o que vamos fazer é promover e incentivar o crescimento deste setor. Temos ações de fomento, incentivo fiscal, festival, um conjunto de ações para o segmento, que terá certamente muitos resultados positivos”, Ministro Sérgio Sá Leitão.

Entre as ações já previstas para esta primeira fase do projeto, estão o Programa de Fomento Audiovisual, com editais para longas, médias e curtas-metragens, além de documentários, animação e programas de TV. Outra atividade prevista é a realização de oficinas de capacitação de profissionais do audiovisual.

Será criada também a “Niterói Film Comission” com o objetivo de incentivar e apoiar a produção audiovisual, além de destacar a cidade como cenário de filmagens de produções nacionais.

Outra novidade será a realização do Festival Internacional de Audiovisual de Niterói, com abertura não só para produções de Cinema, mas também séries, web-séries, programas de TV e vídeos on demand.

Está também prevista a redução da alíquota de ISS de 5% para 2% visando o incentivo à produção audiovisual. O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, divulgou o calendário previsto para o desenvolvimento de todas as ações:

“Na semana do aniversário de Niterói, que é celebrado no dia 22 de novembro, iremos lançar o edital para as produções audiovisuais, com uma linha de financiamento de R$ 6 milhões, onde metade é investimento da Ancine com Ministério da Cultura e a outra metade são recursos da cidade, através da Prefeitura de Niterói. Nós iremos realizar em junho o Festival Internacional de Cinema, e até o início de 2019, iremos inaugurar o Museu do Cinema, um prédio criado por Oscar Niemeyer”, explicou Neves.

Além do Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, compuseram a mesa Rodrigo Camargo, secretário da Ancine, o Deputado Federal Chico d’Ângelo, o presidente da Fundação de Artes de Niterói, André Diniz, o vice-prefeito licenciado e deputado estadual Comte Bittencourt; Danielle Migromonte, subsecretária de Cultura e o cineasta Cacá Diegues. Visivelmente emocionado, Cacá fez questão de exaltar a importância do momento:

“Quando entrei aqui e vi este telão escrito “Niterói: Cidade do Audiovisual” tive de me segurar para não chorar de tanta emoção. O audiovisual merece este destaque, e é importante celebrarmos o potencial do que estamos vivenciando aqui hoje, nesta cidade onde há a Faculdade de Cinema da UFF, tendo como símbolo maior o cineasta Nelson Pereira dos Santos”, frisou.

(Fonte: Jornal Casa da Gente, outubro 2017, p.11)


 

 

Anúncios