Liceu Nilo Peçanha completa 170 anos

Liceu Nilo Peçanha completa 170 anos

Em setembro saiu estampado em diversos jornais a efeméride destacada sobre o Liceu Nilo Peçanha, uma das instituições de ensino mais antigas no Estado do Rio. Diz a matéria:

Escola pública estadual de Niterói foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1984

O Liceu Nilo Peçanha, tradicional escola pública estadual de Niterói, completou 170 anos neste dia 12 de setembro. Com uma bela e apreciável arquitetura, o imóvel, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1984, se destaca no conjunto arquitetônico da Praça da República, localizado na mesma cidade, demonstrando a importância histórica para a região.

A escola nasceu como Liceu Provincial de Niterói, em 12 de setembro de 1847, a partir de autorização do então presidente da Província do Rio de Janeiro, Visconde de Sepetiba. A unidade de ensino está em plena atividade, contando com mais de 2 mil alunos e funcionando nos períodos matutino, vespertino e noturno.

Uma das principais características é a forte ligação atual e histórica que os alunos e professores têm com a arte e a cultura, compondo grupos de teatro, coral, dança e até uma rádio, comanda pelos próprios estudantes. Inclusive, personalidades da literatura e da música que são referências nessas áreas, como o escritor Lima Barreto, o cantor Ronnie Von – ícone da Jovem Guarda – e a cantora Baby do Brasil, estudaram no Liceu.

Quem estuda e trabalha na unidade de ensino destaca a forte ligação com a escola e sabe que dificilmente se esquecerá das conversas pelos corredores, jardins, salas e outros espaços. Alguns professores, por exemplo, fazem parte do quadro de servidores há 5, 10 e até 30 anos.”

(Fonte: Jornal Gazeta Niteroiense, 16 a 33/9/2017, História, p.8)

 

Leia mais sobre as comemorações aqui.

(Foto: mapio.net/pic/p-15347248)

Este texto foi apresentado na reunião do Rotary Niterói Icaraí, em 27/9/2017.

 

 

Anúncios